FavoriteLoadingAdd to favorites

Letras do Brasil

written by: Léa Ferro

@leaferro

 

I - A Luta em Luto – Em III atos:
(Pelos professores do 29 de abril)

 

Ato I

Lágrimas de gás,
Lacrimogênio, atroz.

Lá... Crime!
Lacre-me, a voz!

 

Ato II

Tropa de choque
Xeque-mate.

Em choque
Me xeque, me mate!

Tropa de cheque
A tua voz, é quase nada
Em coação desgover’Nada.

 

Ato III

Toda a poesia, destroçada num só dia
A’Tropalhada, faz do verbo a ingratidão.

O des’Governo é retrocesso
Compelindo esmaga o verso
Faz da rima uma explosão.

A violência travestida
(sem decoro) é só ferida
No olhar de uma nação.

O sangue escorre em terna face
O vil metal usou disfarce
Em plena estrofe fez-se a alienação.

 

II  - Abstratos

 

Que a ti conjunto:
Rimadas as léguas
Paradas no tempo.

Que a voz falada:
As nossas pátrias
Amadas vibrantes.

Pensantes gurias!

Que a nós passamos:
Argumentos severos
Molhados da chuva.

Que a todos que veem:
Um rosto calado
Se move, ao vento.

Que a ti morridas:
As ruídas semelhanças
No corpo cansado.

Que a vós passados:
Garotos de rua
pedidos, sem volta.

Que a nós sentimos:
Paredes geladas
Dos anos, viseira.

Que a todos passaram:
As marcas registram
Vitoriosas perdas.

E mesmo falada
Um milhão da poética filosofia
Subentendida,

As mágoas presentes no passado
Que restringiu, nossas almas (pátrias)
Permanecerão eternamente!

 

III - Sonífera lágrima

 

Politicamente
Política
Mente!

A mente
É a podre elite.

Lágrima
Traz sal à poesia
A burguesia
Nem sente
Se sente faz euforia.

Politicamente
Tão crente
Política
Mente
Antologia.

Lágrima
Borra a tela colorida
Da ilusão
Faz confusão
Toca a ferida,
A má ferida da nação.

Politicamente
O bem ou o mal
Faz carnaval
Politicamente,
Um bacanal.

Lágrima
Mente
E ninguém sente
Politicamente
Sonífera lágrima
Sonífera mente.

Léa Ferro

Léa Ferro

Léa Ferro - 1978. SP/Brasil.É Membro Imortal Correspondente da Academia Luminescência Brasileira/Araraquara/SP, e Embaixadora e Comendadora Imortal da Academia de Letras, Artes e Cultura/Casimiro de Abreu/Embaixada da Poesia/RJ. É autora do livro de Poesias Sortimentos: Prosa & Poesia, da Darda Editora. Participou de Coletâneas pelas editoras Illuminare, Dardae Futurama.
Léa Ferro

Latest posts by Léa Ferro (see all)

Read previous post:
The Death Song by Rimli Bhattacharya at Spillwords.com
The Death Song

The Death Song written by: Rimli Bhattacharya @rimli76   She wept as she sang, Her favorite songs for them, For...

Close