FavoriteLoadingAdd to favorites

Poema em 10 atos

written by: Léa Ferro

@leaferro

 

I

Primeiro ato:
Desato o nó.

- E olha, que já não uso gravatas.

II

Estou pensando
Em ser autônomo,
E desfazer sociedade
Com a dor.

III

Terceiro ato
E
Muitos hiatos
Na mesma
Poesia.

IV

A marcha das famílias
E a marcha ré.

Antigamente, nos bons tempos,
As marchinhas eram só as de carnaval.

Ato V:

Meus dedos
Traçando em teu corpo
Tua geografia.

Percorro todos os montes
E me aninho em tua hidrografia.

VI

Poema inacabado,
Angioedema em minhas mãos.
As palavras
Terão de permanecer
Mudas. (por hora)

VII

São tantos
Os que fazem questão de odiar.

Eu só quero te amar.

Todo o tempo
Do meu tempo curto.

VIII

AEH
Em meu DNA.

Em meu sangue:
Paixão, loucura e poesia.

Bossa nova. Vida breve.
Drummond e minha teimosia.

IX

Não me dou por vencido
Facilmente.

Não é qualquer livro
Que me agrada,
Nem qualquer canção.

X

Teus beijos
Nos meus.

Teu amor...
Ateu.
(na eternidade)

Léa Ferro

Léa Ferro

Léa Ferro - 1978. SP/Brasil.É Membro Imortal Correspondente da Academia Luminescência Brasileira/Araraquara/SP, e Embaixadora e Comendadora Imortal da Academia de Letras, Artes e Cultura/Casimiro de Abreu/Embaixada da Poesia/RJ. É autora do livro de Poesias Sortimentos: Prosa & Poesia, da Darda Editora. Participou de Coletâneas pelas editoras Illuminare, Dardae Futurama.
Léa Ferro

Latest posts by Léa Ferro (see all)

Read previous post:
Evil Within written by Criss Tripp at Spillwords.com
Evil Within

Evil Within written by: Criss Tripp @CrissTripp   Up under your mask, lies a latent lament expression. You walk around,...

Close