• Rate this poetry
Sending
User Review
5 (4 votes)

Soneto de uma Pura Desilusão

Uma poesia triste, uma despedida.

Uma poesia sobre o lado negro do amor.

 by Ewerton Alves

@ewertonalves93

 

Jogue-me às traças,
pois só elas poderão consumir minha tristeza.
Agora nada mais importa, minha alma está morta.
Morreu de tristeza ao ver que você nunca chegaria.

Esqueça-me,
Quero ver se o tempo ressuscita minha alma.
Nada mais espero, a não ser uma vida que já não mais existe.
Apenas o lento passar dos dias amargos sem você.

Deixe-me aqui,
para morrer nesse inverno cinza de solidão.
Nesse mundo triste e melancólico,
onde uma vez esteve colorido e alegre com você.

Adeus, corpo sem alma!
Não vejo motivos para continuar sua existência.
Agora vou procurar um descanso eterno,
um fim definitivo para essa dor chamada amor!

Ewerton Alves

Ewerton Alves

22 anos, Graduando em Administração - Faculdade Pitágoras de Governador Valadares.

Postando pensamentos e poesias que me vem à cabeça de tempos em tempos.
Ewerton Alves

Latest posts by Ewerton Alves (see all)

Read previous post:
Burning love at Spillwords.com
Burning Love

Burning love written by: Lucinda S. Horel @lucindad16   Take me in, slowly Linger over every inch Singe my flesh...

Close